quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

AS MULHERES E AS BOLAS



(1)
Meus senhores e senhoras com licença
Nesta hora vou fazer comparação
Sem querer provocar a confusão
Pois poeta fala sempre como pensa
E assim sem querer fazer ofensa
No cordel que é minha grande escola
Sempre ao lado dos acordes de viola
Nesta hora eu versejo pra mostrar
Ao meu povo deste modo explicar
Comparando a mulher com uma bola

(2)
A mulher é comparada
Com a idade a uma bola
Quando o tempo decola
Ela se vê transformada
Aos 20 meu camarada
Grande sucesso ela faz
Com beleza se compraz
Juventude é arrebol
Qual bola de futebol
22 correndo atrás

(3)
Aos 30 a balzaquiana
Ainda tem formosura
Faz “lipo” tira gordura
Mulher madura e bacana
É uma amante sacana
Que ao homem satisfaz
Ela aos 30 é demais
Pode fazer a enquête
Feito bola de basquete
Com uns 10 correndo atrás

(4)
Depois de 40 ela
Ainda é bem enxuta
Das amigas ela escuta
Todo tipo de querela
Quarentona ainda bela
É assunto até pra ONG
Sem que o verso alongue
Só tem dois cabra maroto
É um jogando pro outro
Qual bola de pingue pongue

(5)
Depois de 50 ela é
Doutora em menopausa
Isso pode ser a causa
Dela mudar sua fé
Gosta de pegar no pé
Se encontrar quem lisonje
Tá numa seca de monge
É uma bola de golfista
Atrás só um vigarista
Jogando ela bem pra longe

Um comentário:

Corações & Segredos disse...

QUE TENHAMOS NESSE NATAL...
_________________Paz
_______________União
______________Alegrias
_____________Esperança
____________Amor Sucesso
___________Realizações Luz
__________Respeito harmonia
_________Saúde solidariedade
________Felicidade Humildade
_______Confraternização Pureza
______Amizade Sabedoria Perdão
_____Igualdade Liberdade Boa sorte
____Sinceridade Estima Fraternidade
___Equilíbrio Dignidade Benevolência
__Fé Bondade Paciência Brandura Força
Tenacidade Prosperidade Reconhecimento
_______________!!!!
_______________!!!!
_______________!!!!
CARINHO DE RO!